Contacte-nos (+351) 217 828 101EN|PT

Blog YouLead - Inbound Marketing

O RGPD como oportunidade para o marketing permissivo

2/mai/2018 16:01:01 por Cristovao Cunha

Businessman touching futuristic lock and circuit board interface in data center

Com o novo Regulamento de Proteção de Dados a entrar em vigor a 25 de Maio, as empresas têm de apostar num marketing permissivo 

O novo regulamento de proteção de dados traz várias limitações relativamente à forma como as empresas recolhem e utilizam os dados dos consumidores. Os marketers terão de apostar em conteúdos mais relevantes e de acordo com os interesses dos consumidores e das suas buyer personas, para que estes tenham interesse em interagir com a sua marca.

Com a entrada em vigor do RGPD, a taxa de unsubscribes no e-mail marketing torna-se ainda mais importante, pois uma elevada taxa de unsubscribe é um alerta de que os conteúdos enviados não são relevantes para a sua base de dados e, mais grave ainda, resultam na perda de potenciais clientes que não viram qualquer benefício em interagir com a sua marca. Estas taxas elevadas são comuns quando o e-mail marketing é muito focado em campanhas promocionais, originando taxas de retenção de subscritores baixas e fracos resultados no longo prazo.

Também a personalização se torna cada vez mais importante para manter as interações entre a sua marca e os consumidores relevantes e benéficas para ambos os lados. O RGPD obriga os marketers a darem mais importância ao tipo de conteúdo que enviam, quando enviam e para quem enviam.

Nas palavras de Cristóvão Cunha, CEO da YouLead, esta é uma oportunidade para os marketers mudarem a sua abordagem e apostarem num marketing que as pessoas gostam:

"Já fazemos campanhas de email marketing há muito anos. Uma das ações que fazíamos muito para promover os nossos serviços eram workshops sobre boas práticas de email marketing.

Passaram dezenas de pessoas pelos nossos workshops e todas elas ficavam muito admiradas quando explicávamos que uma boa prática era o marketing de permissão. Ensinávamos que era melhor ter uma taxa de “open rate” de 50% sobre 5000 contactos do que 3% sobre 50000. De que era fundamental dar ao contacto a possibilidade de se remover da lista de um modo fácil.

Grande parte comprava listas de emails, enviava a mesma promoção ou oferta para toda a lista, evitava que as pessoas pudessem fazer o “unsubscribe”... Aliás, toda a indústria trabalhava na base do outbound marketing, na interrupção, no envio de conteúdos não relevantes. Hoje quando abri o email era só promoções de seguros, de alarmes, de carros, de electrodomésticos, etc.

É claro que os marketers tanto abusaram que as entidades reguladoras tiveram de criar normas duras para proteger o consumidor e daí surgiu o RGPD.

Para a YouLead, isto foi uma ótima notícia! Finalmente as empresas vão perceber a necessidade de fazer um marketing mais personalizado, mais relevante, mais envolvente... mais Inbound.

Para todos os marketers, isto também é uma oportunidade de mudar, de finalmente fazermos um marketing que as pessoas gostam!"

 

Tópicos: email marketing, Dicas práticas

Cristovao Cunha

Publicado por: Cristovao Cunha

Cristóvão Cunha, é partner e consultor da YouLead, agência de inbound marketing. Há mais de 20 anos que ajuda as organizações a melhorarem os seus processos de venda e de suporte, alinhando a tecnologia com os objetivos de negócio. Nos últimos 8 anos o seu focus tem sido no inbound marketing e tem trabalhado com empresas como a BMW, SIBS, J. Mello Saúde, Galp Energia, Dekra, Mini, Sonae e Sheraton.

Deixe aqui o seu comentário: