Contacte-nos (+351) 217 828 101EN|PT

Blog YouLead - Inbound Marketing

6 Dicas para Campanhas de Email Marketing

Os emails podem inspirar e envolver os seus prospetos e clientes, mas também podem ter o efeito oposto do que queria atingir como resultado das suas campanhas, se não seguir estas seis regras simples.

6dicascampanhasemailmarketing.png

Nem sempre é fácil criar uma campanha de email marketing. No entanto, há algumas coisas que se podem ter em atenção no seu email marketing. 

Nem todas as campanhas terão sucesso, mas se se dedicar a analisar os seus resultados e a medir o seu desempenho, de forma a fazer ajustes e otimizar, irá aumentar as probabilidades de vir a ter bons resultados com o email.

1. Spam para que te quero

Nigerian-Scam.jpg

 

Imagine que é segunda-feira de manhã, abriu o seu email e está a ler aqueles que foram enviados ao longo do fim de semana. Há um título que lhe chama à atenção, "Obrigado por se ter encontrado comigo". Hmm, isto deve ser de alguém que conhece, certo? Mas não.

Ao abrir o email percebe que é um daqueles emails de spam dum tal Mr. Nubaya da Nigéria que menciona que lhe deixou uma herança de um milhão de dólares, e que requer "apenas" um pequeno investimento para libertar os fundos. 

Embora isso seja um exemplo popular e criativo de spam, é importante perceber como é que o título chamou à atenção. Da próxima vez que criar a sua campanha de email, pense nos spammers e como pode ter um título que apele (de forma honesta e genuína) ao seu público-alvo.

2. Tenha um plano (senão...)

plano-email-marketing.png

Ter uma estratégia de email marketing é isso: é uma estratégia, é ter um plano delineado, para que a mensagem que envia nos seus emails tenha uma direção, e não seja enviar emails só por enviar. Por isso, a sua comunicação de marketing e vendas deve estar alinhada e deve ter um plano para distribuir o seu conteúdo.

As campanhas de email devem ser escritas para o seu público-alvo. Se está a focar-se em pessoas que tomam a decisão em diferentes indústrias, terá de adaptar a sua abordagem para ir ao encontro das necessidades desse segmento. 

O email não é uma solução de "despejo", ou seja, de enviar emails só por enviar, a todos aqueles que estão na sua lista só porque lhe deram um endereço de email. Em vez disso, as suas campanhas de email makreting devem seguir uma metodologia consistente com um objetivo em mente.

3. Simples e apelativo

carta-simples.png

O seu email é provavelmente 1 em 100 outros emails que estão na caixa de correio do seu subscritor. Se escreveu um assunto/título apelativo o suficiente que fez com que eles abrissem o email, não se acomode porque isso ainda é só o ponto de partida.

Agora que abriram o seu email, deve manter a atenção deles, ou irão apagar o email e ir para o próximo que têm em linha. 

Certifique-se que os seus emails são "scanáveis", ou seja, que o leitor consegue dar uma vista de olhos e perceber rapidamente o conteúdo do email. Para fazer isto, coloque bullet points com informação curta, concisa e clara.

Por exemplo, um email com 7 ou 8 parágrafos é longo e não só irá fazer com que o leitor perca o interesse, mas também resultar que no futuro os leitores irão pensar duas vezes antes de abrir o próximo email seu que chegue à caixa de correio deles.

4. Defina o próximo passo para eles

email-boneco-a-sair.png

Conseguiu captar a atenção dos seus subscritores, abriram os seus emails e manteve a atenção deles no email. Agora não é altura para se acomodar.

Não deve deixar à decisão do seu subscritor decidir qual o próximo passo.

O próximo passo é definido por si, portanto, apresente algum tipo de call-to-action (apelo à ação), tais como uma oferta relevante e específica (ex.: ebook, guia), ou um incentivo para falarem consigo, ou algum link para informação útil e relevante.

5. O seu conteúdo deve ser partilhável

icones-sociais-email.png

Coloque ícones de partilha no seu email, porque se algum dos seus leitores tiver interesse na mensagem que lhes enviou, eles podem partilhar o email pelas redes sociais ou até re-encaminhá-lo.

Quando um dos seus leitores partilha ou reencaminha um email seu, está a chegar a um público-alvo novo que pode não estar na sua lista, chegando assim a mais pessoas.

Mesmo que apenas uma percentagem ínfima dos seus leitores partilhem a sua informação, estará a alcançar mais pessoas que de outra forma não iriam receber os seus conteúdos porque não estão na sua lista.

6. Analise os resultados

estatisticas-email-youlead.png

Pode aprender bastante sobre os seus subscritores com base nos relatórios das suas campanhas, na sua analítica de email. Quer esteja a usar uma ferramenta de CRM, uma plataforma de automação de marketing (como a HubSpot), ou mesmo serviços de email marketing como o E-goi ou Mailchimp, lembre-se de analisar os seus dados.

Por exemplo, dos emails enviados, quantos foram abertos? Dos emails abertos, quantos links foram clicados, e quais foram mais clicados? Quantas vezes foi o seu conteúdo partilhado nas redes sociais? Que ofertas resultam em mais conversões?

O que ter em atenção no que toca ao email marketing?

Uma campanha de email marketing é constituída de vários elementos que a podem tornar um sucesso, ou um fracasso. Ao seguir estas seis boas práticas neste artigo, incluindo a criação dum plano de email marketing, definir os próximos passos e saber analisar os seus métricos, terá aqui uma fórmula para campanhas de email marketing de sucesso. 

Por falar em boas práticas, assista ao webinar de Cristóvão Cunha, Seniour Inbound Marketing Consultant da nossa agência YouLead.

WEBINAR: BOAS PRÁTICAS DE EMAIL MARKETING

Assistir à gravação

cristovao-cunha.jpg

Cristovao Cunha

Publicado por: Cristovao Cunha

É partner da YouLead e ajuda, há mais de 20 anos, as empresas a crescer através da otimização de processos de marketing, vendas e serviço e tecnologia

Deixe aqui o seu comentário: