Contacte-nos (+351) 217 828 101EN|PT

Blog YouLead - Inbound Marketing

7 Métricas de email marketing fundamentais

21/out/2019 11:55:13 por Artur Esteves

7 Métricas de email marketing

Os anos passam e as tendências mudam, mas o Email Marketing continua a ser um aliado importante nas estratégias mais recentes de Marketing Digital.

Hoje em dia, qualquer plataforma de Email Marketing, ou que integre este canal na sua estratégia holística - como é o caso da HubSpot - permite aceder a reports completos e métricas variadas. Isto porque, de pouco servirá disparar emails sem objetivos definidos e métricas claras.

E para atingir melhores resultados, deve ter em atenção as seguintes métricas:

#1 Taxa de entrega

A taxa de entrega não é mais do que a percentagem de emails enviados que chegaram à caixa de entrada dos destinatários. Uma forma de garantir uma taxa de entrega melhor poderá passar por configurar o processo de double opt-in, uma vez que a nova lead recebe um email de confirmação de subscrição.

#2 Taxa de rejeição 

A taxa de rejeição está diretamente relacionada com os emails que foram enviados, mas que não chegaram à caixa de entrada dos destinatários. 

A rejeição, também conhecida como bounce rate, é classificada em dois tipos:

  • Soft bounce: trata-se de uma rejeição temporária que acontece, por exemplo, quando a caixa de entrada do destinatário está cheia. Existe a possibilidade do email ser entregue depois;
  • Hard bounce: estamos perante uma rejeição definitiva que acontece quando há erro de digitação do email ou quando a conta está desativada. É recomendável que estes emails sejam removidos da sua lista de contactos para não prejudicarem a performance das campanhas.

A configuração do processo de double opt-in também é uma excelente opção para reduzir o hard bounce das suas campanhas de email marketing!

#3 Taxa de abertura

A taxa de abertura refere-se à percentagem de emails abertos em relação aos emails entregues.
Esta métrica permite identificar a percentagem de destinatários que interagiram com a sua campanha de email marketing.
Com base nesta métrica, é possível redefinir estrategicamente o subject line e o preview text, uma vez que a correta definição destes dois elementos têm impacto direto na taxa de abertura. Uma boa prática  para os seus emails serem lidos, é fazer testes A/B com estes elementos. Tenha também em consideração a hora de envio nos resultados obtidos.

#4 Taxa de cliques 

A taxa de cliques, ou a famosa CTR (Click Through Rate) é a relação entre a quantidade de cliques obtidos nos links e a quantidade de destinatários que receberam aquele email. Esta é das métricas mais importantes numa campanha de email, permitindo analisar a performance da campanha pelo nível de envolvimento entre os destinatários e o conteúdo produzido.

Garanta que o copy e o design falam “a mesma língua” que os seus destinatários. Ah! E qualquer personalização, como a posição do CTA no email, pode ter impacto direto na performance das suas campanhas.

#5 Taxa de conversão

A taxa de conversão representa o número de contactos que receberam o email, e que efetivamente concluíram a ação pretendida. Essa ação pode variar, sendo os casos mais comuns o download de um eBook, a inscrição para um webinar, um pedido de contacto, ou até mesmo a compra de um produto.

Já conhece estas 7 Ações para aumentar a taxa de conversão de leads?

#6 Unsubscribers

Os tão indesejados unsubscribers são o número de pessoas que decidiram sair da sua lista de email. É importante analisar bem esta métrica, uma vez que a mesma indica uma desalinhamento entre aquilo que está a comunicar e os interesses daquelas leads. Por isso, é fundamental que estude as suas leads e que as segmente em listas o mais homogéneas possível.

#7 Taxa de crescimento da base de dados

A taxa de crescimento da base de dados representa a percentagem de novos emails em relação ao total da lista, menos as assinaturas canceladas e emails inativos. É uma métrica interessante para medir o desempenho global das suas estratégias de marketing digital.

Segundo a HubSpot, a sua lista diminui cerca de 22,5% por ano. E por incrível que pareça, é algo natural. No caso de empresas B2B (Business-to-Business), é muito comum perder contactos devido à rotatividade de colaboradores das empresas. Por isso, é fulcral delinear ações que visem o crescimento da sua lista de email com alguma periodicidade.

Não se esqueça: interprete os números, tendo em conta os objetivos que definiu! 😎

Artur Esteves

Publicado por: Artur Esteves

Deixe aqui o seu comentário:

Subscreva o nosso blog!

Tópicos