Contacte-nos (+351) 217 828 101EN|PT

Blog YouLead - Inbound Marketing

ESCRITA PERSUASIVA: 4 TÉCNICAS DE COPYWRITING RETIRADAS DA PSICOLOGIA

3/jun/2015 14:47:00 por Marta Oliveira

download_5.png

Não é possível falarmos em otimizar taxas de conversão sem falarmos de persuasão. O aumento das suas taxas de conversão e a sua capacidade de persuasão estão diretamente ligadas. Porquê?

Se não está a persuadir os seus visitantes a subscrever a sua newsletter, a comentar, a partilhar, ou a comprar, será muito difícil aumentar as suas taxas de conversão...

Veja 4 técnicas de escrita persuasiva que pode facilmente utilizar nos seus conteúdos digitais, e em qualquer canal (blog, website, redes sociais, etc):

 

1. Faça Rimas

O primeiro princípio que fomos buscar à Psicologia é o facto de que quando duas palavras ou frases rimam, a probabilidade de acreditarem nelas é maior. 


O psicólogo Matthew Mcglone levou a cabo um estudo no qual facultava a alguns estudantes uma lista de frases que rimavam e outras que não rimavam, e descobriu que os estudantes acreditavam mais facilmente nas frases que rimavam do que nas que não rimavam.

Saiba mais sobre este estudo aqui.

 

2. Utilize elementos estranhos

Vários estudos indicam que existe uma maior probabilidade de visitantes recordarem as suas mensagens se utilizar nomes bizarros, juntamente com palavras comuns.

Segundo Jason Carr, para que esta técnica resulte é necessário:

- Utilizar palavras realmente diferentes do habitual, num contexto genérico;
- Estruturar frases de uma forma simples e de fácil apreensão.


Em 2005, Macklin and McDabiel descobriram que nomes comuns em frases invulgares eram mais facilmente lembradas do que nomes comuns em frases banais ou desinteressantes. 

Escreva algo de diferente se quer que a audiência se lembre da mensagem que pretende transmitir.

Poderá não ser a melhor abordagem para suportar uma estratégia de SEO, mas irá certamente criar envolvimento e captar a atenção dos seus visitantes.

 

3. Repita a sua mensagem várias vezes mas...com moderação

Quanto mais vezes ouve uma mensagem, maior é a probabilidade de acreditar que essa mesma mensagem é verdade.

Para isso é necessário tornar a sua mensagem familiar e coerente – não apenas no seu website mas também em outros canais e redes sociais utilizadas pelo seu público-alvo.

Agora, antes de começar a usar e abusar desta técnica, deve ter em conta o seguinte: não é necessário, nem deve, escrever a mensagem da mesma forma de cada vez que a repetir.

Esta técnica funciona melhor se a sua audiência não estiver atenta, pois caso contrário poderá causa uma impressão negativa nos seus leitores.

 

4. Use (e abuse) das listas

As pessoas lembram-se do que viram em primeiro e em último lugar, mas raramente se lembram do que está no meio.

Na web são frequentemente utilizadas listas, tanto em artigos de blogues como em páginas de websites. Contudo, é importante ter em conta a ordem dos vários itens nessas listas.

Como definir essa ordem?

A questão é simples: que tipo de informação é que não se importa que os visitantes não vejam? Qualquer que seja a sua resposta, esses são os itens que deve colocar no meio da lista.

Porém, existem sempre exceções à regra. Por isso, se existe um item na lista que está no meio mas que é diferente e interessante, é possível que os seus visitantes se lembrem do mesmo, apesar da posição menos favorável.

 

Quer aprender mais sobre como criar o copy ideal? Assista à gravação do nosso Webinar "A importância do Copywriting nas suas Landing Pages"

Agora resta aplicar estas técnicas num blogue e/ou website para captar a atenção dos seus visitantes e fazê-los voltar dia após dia para lerem os conteúdos que produz.

Estas são algumas das ações que pode começar a implementar (já) hoje:

  • Reordenar itens em listas para garantir que os menos importantes, para os seus potenciais clientes, se encontram no meio;

  • Testar o headline em qualquer página – não tem de ser necessariamente na homepage – na qual poderá substituir uma das palavras por algo bizarro e interessante;

  • Ajustar os seus emails automáticos para que estes repitam a sua proposta de valor, em vários elementos do email (Ex: header do email);

  • Se tiver uma pequena frase no website, como um subtítulo ou na página "Quem somos" – faça as devidas alterações para que estas se transformem em rimas.

 

Gostaria de converter os seus visitantes em leads através de um copywriting que capta a atenção da sua audiência? Fale connosco através do 217 828 101 ou do email info@youlead.pt.

Créditos de imagem: Freepik.com

 

Tópicos: Copywriting, Dicas práticas

Marta Oliveira

Publicado por: Marta Oliveira

Deixe aqui o seu comentário: