Contacte-nos (+351) 217 828 101EN|PT

Blog YouLead - Inbound Marketing

EMAIL MARKETING DE SUCESSO EM 4 PASSOS

28/nov/2014 11:08:00 por Cristovao Cunha

EM4P.jpg

O email marketing continua a ser uma das formas mais eficientes na construção de uma relação de confiança com potenciais clientes. Uma estratégia bem definida, potencia leads qualificadas e mais vendas. Conheça os 4 passos necessários para criar campanhas de sucesso.

#1 TER PERMISSÃO.

Em email marketing não é a quantidade de emails que interessa. Mas sim a qualidade, ou aqualificação da nossa base de dados de endereços de email, e a recetividade das pessoas aos conteúdos que enviamos. E isso só é possível de uma forma. Tendo a permissão dos utilizadores, de interessados e possíveis clientes, em receber conteúdos da nossa empresa.

Posto isto, a compra ou aluguer de listas de emails não é recomendável. Traduzem-se em gastos da empresa na obtenção de endereços de email de pessoas que provavelmente não estão interessados no que lhes temos a dizer. E que podem danificar a imagem de marca da nossa empresa.

A permissão traduz-se numa aceitação do utilizador em receber os nossos conteúdos, através de uma política de opt-in ou double opt-in.

Por outro lado, a política de opt-out, tem também necessariamente (e legalmente) que estar presente. Neste caso o utilizador não está interessado em receber mais conteúdo nosso, desvinculando-se da lista de contactos de e-mail marketing. Perceber o porquê é recomendado, através do reencaminhamento para uma página que permita avaliar o motivo do desinteresse do utilizador. 

 

#2 PLANEAR COM PERÍCIA

Definindo objetivos, estratégia, táticas e KPI (key performance indicators).

É a definição destes 4 elementos que vão determinar o sucesso (ou insucesso) de uma ação de email marketing. Sem a definição destes 4 elementos, qualquer ação de e-mail marketing terá mais probabilidades de fracassar, e de não obter os resultados esperados. Pelo que recomendamos a leitura atenta dos seguintes passos. 

Objetivos

A definição de objetivos é o primeiro passo. O que pretendemos atingir? O que queremos ganhar com a ação de email marketing? Aumentar as vendas online de determinado produto ou serviço? Aumentar a notoriedade de marca? Incentivar o interesse e confiança dos subscritores nos nossos produtos?  

Estratégia

Com uma estratégia opta-se pelo caminho a tomar. Uma estratégia permite delinear o rumo das acções, com vista à obtenção dos objetivos, alinhando as equipas necessárias para atingi-los. A estratégia pode ser, como exemplo, a comunicação segmentada para alguns nichos de mercado, uma campanha de incentivo à compra online com descontos ou uma campanha de incentivo à confiança na nossa marca através de conteúdos.

A definição do público-alvo e a definição de personas, ajuda à definição da estratégia. 

Tática

As táticas definem as ações específicas a realizar de acordo com a estratégia. É a definição de “pequenos” objetivos, definidos no tempo, com timings e calendarização. Poderá ser o download de um whitepaper, o envio de convites para um evento/webinar, o acesso a coupons de desconto, a subscrição da newsletter e criação de conteúdos, entre outros. 

KPIs

Os KPIs permitem avaliar as ações de e-mail marketing, com vista a possíveis ajustamentos futuros. Avaliar a taxa de abertura de emails, a taxa de cliques e conversões, o tráfego gerado para o website, são os mais habituais. Os KPIs traduzem-se em conversões. Ou seja, ações completadas pelos utilizadores.

 

#3 UMA BOA E APELATIVA MENSAGEM.
UM BOM INCENTIVO À AÇÃO.

A mensagem que pretendemos enviar numa campanha de e-mail, tem que ser explícita para o utilizador. Tem que ser eficaz e intuitiva. Tem de incentivar uma ação, com um call-to-action bem conseguido, para uma landing page. Para isso, alia-se um bom título a um bom copy e a um bom design.

A inclusão de testes A/B é recomendada permitindo identificar a melhor mensagem, de forma a garantir mais resultados.

A visualização correta do email tem que ser também bem conseguida em todos os dispositivos, com acesso via html incluído, e com a possibilidade de partilha do conteúdo para as redes sociais. 

 

#4 AUTOMATIZAÇÃO  

A automatização de email marketing reduz custos e tempo às equipas de marketing. A geração automática de e-mails mediante o interesse dos utilizadores nos nossos serviços ou produtos, por exemplo na subscrição de uma newsletter, permite potenciar a comunicação do conteúdo certo, no momento certo, para o target certo, sem a intervenção direta da equipa.

O conteúdo dos emails é definido previamente em template, preparando a comunicação de conteúdo personalizado. O agendamento e calendarização do envio automático de e-mails é também uma funcionalidade importante, permitindo obter uma relação contínua com os utilizadores interessados e possíveis clientes, potenciando a fidelização e a confiança na nossa marca/empresa, para uma possível compra.

Entre outros benefícios, uma plataforma de marketing automation é uma vantagem competitiva ememail marketing (e de negócio), traduzindo-se na angariação de leads qualificadas.

Interessado em otimizar as campanhas de email marketing e gerar mais negócio?

 

Consulte os nossos serviços ou receba atualizações na sua caixa de correio, subscrevendo a nossanewsletter, ou entre diretamente em contato connosco através de info@youlead.pt ou 217 828 101.

 

Tópicos: email marketing, Dicas práticas

Cristovao Cunha

Publicado por: Cristovao Cunha

Cristóvão Cunha, é partner e consultor da YouLead, agência de inbound marketing. Há mais de 20 anos que ajuda as organizações a melhorarem os seus processos de venda e de suporte, alinhando a tecnologia com os objetivos de negócio. Nos últimos 8 anos o seu focus tem sido no inbound marketing e tem trabalhado com empresas como a BMW, SIBS, J. Mello Saúde, Galp Energia, Dekra, Mini, Sonae e Sheraton.

Deixe aqui o seu comentário: